09/06/2015

Fonte de fibras, pinhão traz benefícios para o organismo

pinhao

Produto também é opção para quem não consome glúten

O pinhão, um dos produtos mais procurados do inverno, já tem seu espaço garantido em pratos típicos como entrevero, paçocas e farofas, serve como base para pães, doces e biscoitos e é consumido com frequência apenas cozido, mantendo o sabor original. Mas, além de agradar o paladar, incluir o pinhão no cardápio pode trazer uma série de benefícios ao organismo graças às propriedades contidas nesta semente.

Fonte de carboidrato complexo, o pinhão garante maior saciedade e estimula o equilíbrio intestinal, recuperando a flora bacteriana. É rico em fibras, proteínas e minerais importantes como o cálcio, o ferro e o zinco e suas fibras são aliadas do  funcionamento saudável do intestino. “Essa característica nutricional contribui para o controle do colesterol, auxiliando na eliminação dos sais biliares, que são as substâncias produzidas por meio do colesterol e utilizadas na digestão das gorduras”, explica Gledciani Alves Teodoro, uma das nutricionistas da Rede Giassi.

“O pinhão possui grande fonte de gorduras monoinsaturadas, que têm sido associados com níveis mais baixos de colesterol, e são também ricos em vitamina E, vitamina K, cobre, ferro, manganês e potássio, o que ajuda o sistema cardiovascular”, complementa. O pinhão também se torna uma saborosa opção para pessoas celíacas, já que não contém glúten. “Ele pode ainda servir como fonte de energia para as atividades diárias, mas sem esquecer de ficar atento às porções”, lembra Gledciani.

Por ser bastante calórico, a nutricionista recomendada consumir, no máximo, 100g por dia, o equivalente a cerca de 10 sementes. Uma destas porções corresponde a 194 calorias.

Voltar